Quadrilha de festa junina infantil

junho 21, 2016
  • Vamos festejar? Dicas para uma quadrilha de festa junina!

    A quadrilha é um momento esperado das comemorações juninas e funciona como um teatro sobre um casamento na roça, no qual o rapaz é obrigado a casar pelo delegado, já que a donzela fugiu com o rapaz!

    E toda festa junina pede uma boa quadrilha! Com as crianças pode ser feita e ensaiada conforme uma brincadeira simples e divertida! Vamos a ela:

     

  • Começamos com a tradicional fila de casais de braços dados, e então começam os passos da dança, de acordo com o “cantor” da quadrilha!

    – “Caminho da roça”, onde os pares seguem em fila!
    – “Anarriê”, os casais de separam, formando duas fileiras que precisam estar de frente uma para a outra.
    – “Balancê”, crianças dançam em seus lugares!
  • – “Cavalheiros cumprimentam as damas”, os meninos vão até as daminhas, dobram um dos joelhos e tiram o chapéu!
    – “Damas cumprimentam os cavalheiros”, o jogo se inverte e as meninas vão até os cavalheiros, segurando na pontinha da saia e flexionam levemente o joelho!
    – “Grande Roda”, as crianças dão as mãos e giram em roda.
    – “Damas ao centro”, quando as meninas se separam da roda de meninos e fazem outra roda dentro desta de cavalheiros.
    – “Coroa de rosas”, as duas rodas se misturam de modo que os meninos erguem as mãos dadas e passam os bracinhos por cima da roda de meninas, “coroando-as”.
    – “Coroa de espinhos”, a mesma atividade da coroa de rosas, porem ao contrário, com as meninas passando as mãos dadas sob a cabeça dos meninos!
    – “Grande passeio”, a roda é desfeita e retomam-se os pares e a fila indiana.
    – “Olha a chuva”, a ordem da fila se inverte e as crianças dão meia volta.
    – “Já passou”, a ordem volta a ser a antiga, as crianças dão meia volta novamente!
    – “Olha a cobra”, meia volta na fila.
    – “É mentira”, volta ao sentido normal, com outra meia volta.
    – “A ponte quebrou”, meia volta.
    – “Já consertou”, meia volta ao sentido original.
  • – “Caracol”, em fila, os casais seguem as voltas do puxador da fila por todo espaço disponível.
    – “Changê de damas” ou “Changê de cavalheiros”, a menina ou o menino dá um passo a frente, trocando de par.
    – “Olha o túnel”, momento típico, os casais ficam de frente e dão as mãos no alto, formando um túnel!
    – “Preparar para o grande galope”, os casais vão passando por dentro do túnel e na saída reestabelecem o formato do túnel.
     
  • – “Baile geral”, os casais dançam!
    – “Vamos nos despedir”, os casais saem de braços dados, acenando!

    A quadrilha pode ser embalada por ritmos de forró, baião, sertanejos clássicos e as tradicionais músicas juninas, como “Pula Fogueira”, “Festa de São João” e “Capelinha de São João”.

    Fonte: Revista Crescer e Mundo das Tribos.

Leave a reply
Projeto Revolução FrancesaProjeto Vitral Falso

Leave Your Reply