O consumo de fast foods para as crianças

abril 18, 2017
  • Frequência adequada para o consumo de fast foods para as crianças

    A nutricionista Drª Amanda Gatte, nos traz dicas importantes de uma alimentação saudável para as crianças, e se tratando de fast foods, a Drª não recomenda o consumo de fast foods na primeira infância.
    Esses alimentos são pobres em nutrientes básicos, como ferro, potássio e cálcio – essenciais para o desenvolvimento saudável das crianças. Ossos, músculos, dentes, pele e todos o sistema corporal humano passa por um processo de construção na infância. Quando a alimentação infantil não oferece ao corpo os componentes que ele necessita, os órgãos e estruturas do corpo das crianças sofrem defasagens no seu desenvolvimento e pode haver problemas graves ainda na infância ou mais tarde, na idade adulta.
  • Pesquisas científicas apontam para o fato de que consumir esse tipo de alimento 3 vezes na semana pode gerar doenças como asma, eczema e rinite nos pequenos. As crianças que ingere mais alimentos processados pode ter suas habilidades cognitivas comprometidas até os 8 anos. Sem contar o grande risco de se tornarem adultos com tendência a manter esse padrão de alimentação e, assim, continuarem menos favorecidos intelectualmente.
    Os lanches produzidos nas cadeias de fast food possuem níveis muito elevados de ácidos graxos saturados, substâncias conhecidas por afetar a imunidade das pessoas. Em contrapartida, as frutas são ricas em antioxidantes e fibras, que auxiliam no fortalecimento do sistema imunológico e na eliminação de elementos maléficos ao organismo.
    O ideal é preparar a refeição em casa, com ingredientes vindos da feira, e saboreada em família. É aquela comida que podemos controlar, que sabemos quanto sal ou açúcar contém, que inclui verduras, carnes, ovos e frutas. #comidadeverdade!!! 

    Veja mais dicas em:

    https://www.facebook.com/viverbemamandagatte/?fref=ts
    Instagram: @viverbemamandagatte

Fim de semana de PáscoaContação de histórias e brincadeiras comemoram o Dia Nacional do Livro Infantil